terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Moulin Rouge

Ressucitamos, talvez.
Em 2009 eu acredito, eu e o Paulo nos víamos com uma frequência maior do que hoje. Estudávamos juntos, farreávamos juntos e como éramos praticamente irmãos, dormíamos um na casa do outro (HETERO).
Numa dessas ocasiões, estávamos na casa do Paulo, e ele citou:
-Instalei um jogo de corrida massa.
Ambos éramos fanáticos por automobilismo, e quando ele acabou de falar, eu já tava jogando.
Joguei nas pistas tradicionais que eu já conhecia, Laguna Seca, Suzuka, Le Mans, essas mais conhecidinhas. Então ele me disse:
-Corre nessa Spa aí, ela é bem maneira e tem uma curva linda.
Eu nunca tinha ouvido falar de Spa Francorchamps até então, e também nunca tinha ouvido alguém falar que uma curva é linda.
Então eu fui, fiz a curva La Source, um grampo (180°) em baixa velocidade e entrei na reta dos boxes, uma descida um tanto inclinada. Depois do guard rail sair da frente, essa foi minha visão (Mais ou menos).