quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Ducati Diavel

Em particular, não sou o maior fã de motos que existe, e to longe disso. Mas quando ouço/leio Ducati, sei que é uma coisa que vou querer.

Exemplos disso são a Ducati Streetfighter e a Ducati Monster 696.

A Diavel, não é nenhuma novidade, mas lembrei e resolvi compartilhar.
(Ducati Diavel Carbon, 80% de fibra de carbono e o diabo no motor)

De sombras sem luz


Aquela noite chuvosa, preenchida de belos relâmpagos e sonoros trovões, me fez lembrar de um fantasma do meu passado que começou a me atormentar.

Aquela noite era um enigma por si só, uma garoa leve, nenhuma nuvem e um céu estrelado.

Bati na porta e ela me recebeu como sempre, um sorriso lindo e um beijo, o beijo era sempre caloroso, mas não foi naquela noite.

Não naquela noite...                                            Não nela.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Respeito...

...Um bigode te dá muito.

Com bigode eu respeito o Super Homem

Terça Alegre

O nome é de programa de rádio vagabunda com música vagabunda.
E é pra isso que a gente comparece.

Uma música que você já tinha esquecido, interpretada por uma dupla que você preferiria ter esquecido.


Latino e Molejo - Zuar e Beber


Porque música boa é outro nível!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Dicas... de Whisky

Como todos devem saber, gosto de qualquer bebida que contenha um pouco, mas bem pouco de teor alcoólico. Entre elas está o Whisky, e uma marca que sempre é lembrada por qualquer um, é o Johnnieville Walker.


Veja aqui a história do "Striding Man" o logotipo da "João Andante"

Conversa de Bêbado #3

Como tentei explicar antes, mas pelo jeito ninguém viu, estávamos dando um tempo pra se organizar. Porém, logo depois o Eduardo postou um gigantesco texto que fez o meu parecer sem-sentido. Então, enquanto eu estava em manutenção foi isso que deu pra fazer:
---
Os seguranças nos enxotavam e ameaçavam caso não saíssemos do recinto. Percebemos, finalmente, que de nada adiantava enfrentar aqueles caras, em primeiro por que eles eram maiores e mais fortes, e em segundo, bem... Eles estavam sóbrios, e isso é uma vantagem imensurável. Outra, era que eu preferi não mostrar a eles minhas técnicas milenares de kung-fu estilo panda.

Eu sou um perigo, mermão!
Me diziam e repetiam que a noite tinha acabado, que a festa já havia terminado, mas eu ainda tinha energia pra mais uma. Ou duas. Ou só por cinco minutos. Mas eu não tinha me esgotado ainda.

O que havia acontecido lá dentro tinha sido irrelevante. Muita bebida, muita visão turva, algumas ‘coreografias’, micos e umas mijadas, mentiras contadas, umas três garotas (na verdade ‘eram só uma’) bonitas (era uma, mas era bonita, não valia por três, mas era bonita), alguma grana “perdida”, algumas mentiras a mais, uma rápida passada na casa da garota, uma amorosa conversa, tudo mais que se faz e uma promessa de nunca mais beber na vida enquanto voltava pra festa, uns seguranças tentando me bater... Nada anormal.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Para merecidos.

"Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos."


Poético Vinícius de Moraes.


São poucas as pessoas que consigo confiar, são poucos os que fazem por merecer.


Não saio por aí pedindo para as pessoas me darem uma prova de confiança, nem muito menos para serem minhas amigas, simplesmente acontece de que posso ou não confiar em alguém.


Mas eu não to aqui pra falar de mim, e sim pra falar do valor de uma amizade verdadeira.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Um de carne e outro de batom por favor!

O pequeno demônio que sentava no meu ombro esquerdo sussurrava no meu ouvido:
- Vai lá porra, vai lá!

Ruiva, seios lindamente fartos, olhos grandes e expressivos e uma boca belamente esculpida que faria Rafael Santi sentir inveja do pai da moça.

(Christina Hendricks, um exemplo de ruiva)

Estamos em Manutenção

Como puderam perceber estamos com uma queda grande de conteúdo.

Foi um mês comemorado e as coisas diminuíram de repente. Pois temos um bom motivo pra isso:

ESTAMOS EM MANUTENÇÃO

Sim, estamos consertando coisas aqui, essa porra é uma zona gigante e semana que vem tudo deve voltar ao normal.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Eu menti no post anterior...





...VOLTAY


E voltei pra mostrar o novo Gymkhana: Gymkhana Four, the hollywood megamercial.


Como que um vídeo que contem explosões, zumbis, macacos e um final cheio de indianos pode dar certo?


Coloque um vendedor de sapato piloto de Rally derrapando em meio a Hollywood com um fiesta da mesma composição que o exterminador do futuro.


O cara é quase bom.

Pra você...

...Que nada faz no momento, apresentar-lhe-ei uma música que eu acho muito massa em particular.

Swedish House Mafia & Eddie Thoneick - Leave the world under pressure

Já que hoje é sexta feira, e sexta feira pede álcool, uma daquelas que ajudam a descer cerveja também seria bom escutar né? Então lá vai


Som de Cristal - Joaquim e Manuel





O pessoal do mentiras deseja um bom fim de semana pra todos, eu pelo menos não volto mais aqui até segunda. Me fui-me.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Decidi ignorar


Preferia estar agora em outro lugar. Não só agora, mas quase sempre. Sinto-me deslocado dessa era e de seus conceitos. Não que tenha saudades dos tempos passados, menos ainda que devesse ter nascido em outro momento, muito pelo contrário. Sou daqui e daqui pertenço, porém o contexto está um degrau abaixo, em algo que não se pode explicar. Sinto-me deslocado da vida que levo e das pessoas que conheço. Sou um estranho num mundo de estranhos, em tempos fazendo aquilo que não sou pra definir os padrões do que não quero.


Convivo com isso desde que me conheço por gente, tenho sonhos e ambições como qualquer outro, mas em alguns momentos eu simplesmente decido que são como abismos decadentes em minha frente e que nada posso fazer, por isso me desligo disso e me conecto em novas perspectivas. Constante mutação. Decidi que minha hora não é agora, nem nunca será. Não que não tenha chances, só decidi que não será pelo mundo, mas sim por mim mesmo! Agora sei que só dependo de mim e de mais nada, nem de ninguém.

Fodam-se os outros. Agora penso só em mim.
Egoísmo? Sim, bastante, mas puro e consciente, e com valores que você nunca vai compreender pra me julgar ou pra poder discordar.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Som de Terça

Pra quem nunca ouviu, ou nem sabe do que se trata: Jay Vaquer.
O nome do cara pode parecer estranho e ele até tem umas músicas bem estranhas, mas canta demais e tá aí uma boa pra se curtir. Eu viciei nesse som. Enjoy.

Jay Vaquer - Cotidiano de um Casal Feliz


Até tinha o clipe original, que tá nesse link, mas eu postei esse aí pela qualidade do som.

Meu escuro



Meu exílio é meu vício, é no meu escuro onde eu me recomponho de tudo o que me enfraquece.

Nos meus pensamentos mais obscuros e sigilosos que montei minha personalidade, e é no meu escuro, que eu penso, cresço, formo opiniões e renasço, a cada experiência que me tira a vontade de descansar.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Um mês de vivência

Antes de mais nada, tente ler o texto ouvindo isso


Então macacada, é isso, um mês de mentiras, o louco do @langepaulo já fez um agradecimento, mas ele é louco então não conta. 

Um Mês de Mentiras

Como podem perceber ou não, hoje completamos um mês da mais pura besteira já escrita e feita.

[YAY!]
Pra comemorar do jeito certo: FEEEEEEESTA DURO, MOÇADA
Temos orgulho de dizer que já passamos das 2000 visualizações (sendo que pelo menos 800 são minhas ou do Eduardo) e estas foram espalhadas por sete países. Não temos estatísticas precisas da galáxia, mas chutamos uma boa participação, principalmente, da Terra nessas mais de duas milhares de pageviews.

Como pode tanto sucesso [cof, cof]? Óbvio que a gente merece! Somos bons nisso... Sério mesmo, somos sim! Tão bons que um maluco até da Romênia chegou ao nosso honrado blog. Por alguém aparecer de tão longe, deixo a ele nosso mais sincero agradecimento:

Multumesc frate, te iubim foarte mult, şi ori de câte ori ai nevoie, suna-Bears Îngrijire.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Somos do estabelecimento


Era pra ser só mais uma botecada de sexta. Só mais um dia em que iria tomar um porre, passar uma conversa numa guria qualquer, e esquecer o nome dela depois de 2 horas.

Bêbado eu já estava mesmo, a garota era de fora, já tava na minha, tudo nos conformes, mas eu tinha uma sensação de que tinha alguma coisa faltando.

Eu tinha razão como sempre, eu andava muito sossegado, muito sumido, tinha que voltar em grande estilo, fazendo o maior estardalhaço possível.

Foi então que eu vi um cidadão me olhando de atravessado, não perdi tempo, deixei a guria falando sozinha e já fui tirar satisfação, nada melhor que uma boa briga pra me fazer sentir vivo.
na hora eu matava mil memo

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Diário de um Demente

Antes de mais nada, esse texto é obra de uma mente perturbada e alcoólatra. Obrigado.
--
Oi, eu sou um elefante!
Aquele elefante rosa não foi com a minha cara.

- Qual é a tua, irmão? – falei pra ele – O que foi que eu te fiz pra ficar me enchendo assim?

- Calma aí – respondeu o elefante – Eu até te considero, mas minha bicicleta não é azul!

- Que papo é esse rapaz, tu sabe até cozinhar batatas!

- É verdade, vamos jogar poker?

No meio do caminho, enquanto estava indo pra oca do elefante alguém me cutucou:

- Acorda filho! Tu já tá atrasado pra ir trabalhar!

Os olhos abriram pesadamente. Só pra constar: eu tenho atualmente 19 anos e estou na oitava série. E mesmo assim sou o orgulho da família. Meu pai diz que ainda vou ser ‘doutor’. Doutor? Só se for médico de plantas medicinais, se é que você me entende...

Notícias que gostaríamos de ver por aí


Eu faria carreata, juro.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

(Reticências)


Ele não pode parar, não pode te esperar, ele te deixa pra trás se tu permitir.

Não tá nem aí pro teu orgulho, ele simplesmente te esquece, te apaga como se tu nunca tivesse existido.

Nunca avisou pra ninguém que tava passando, não vai ser diferente contigo, ele não vai te sacudir nem te dar um tapa na cara, simplesmente irá fazer a parte dele, passar.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Musicales de viernes

Segue um sonzinho bacaninha de um seriado que tem a cara desse blog.

Los amigos invisibles - Mentiras
É a música de introdução do seriado Californication, onde o protagonista é Hank Moody, um escritor, rei da esbórnia. Um verdadeiro canalha que trepa com qualquer espécime feminino que atravessar na sua frente.

E ele mente, dá pra acreditar? (Ou acredita sem dá?)


O massa mesmo é a letra da música.

Papo de Ponto de Ônibus

Existem situações embaraçosas e que sem motivo algum fazem você pedir pra que algo aconteça pra que aquilo acabe o quanto antes.

Sabe aqueles momentos em que ficam duas pessoas paradas em um local isolado, como em uma sala de espera, e mantêm algum contato visual, mas sem se comunicarem? Elas meio que se incentivam a dizer algo pra cortar o clima gelado, porém sem ninguém realmente se importar com o outro, no entanto a presença de uma pessoa a mais no recinto sem seu consentimento é estranha. Essa sensação fica por um tempo. Depois de alguns minutos de silêncio mortal e uma vergonha meio alheia por nada, algum deles solta um:

- Parece que vai chover, não? – E olha pela janela do lugar.

O ouvinte se vê em estado de quase pânico, olha pro céu e não vê sequer uma maldita nuvem, considera diversas opções de respostas claras e sem muita reação solta um:

- Ahnn... Não sei, parece que parou.

- É... Parece mesmo. – Olha mais um pouco pro céu e se cala.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

É o que dizem por aí.


O doce sabor da ironia pela manhã.

Polaridade


Eu acenei e ela sorriu...

Enquanto ela atravessava a rua e vinha em minha direção, na hora certa, no local marcado, minha cabeça estava um turbilhão imaginando o quanto eu não havia sofrido pra me tornar esse canastrão frio e sem coração.

Cada encontro que marcava, eu rezava para que fosse o último primeiro encontro. Torcia para que aquela fosse a mulher que me faria ter coragem de sentir um menino tolo sem dar bola pra nada. Não sei se posso ser feliz em um relacionamento, vivo enganando meus sentimentos com amores mentirosos de várias mulheres e me sinto bem com isso.

Não sei se posso ser um cara legal, ela parece ser uma ótima mulher, é linda, inteligente, bem sucedida, e eu um putão. O que ela viu em mim?

Será que vale a pena me arriscar tanto assim e me entregar? Contar meus segredos mais profundos e confiar? Eu preciso disso?

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Nostalgia de Pirralho

O cara mandou muito bem! O clipe ficou legal e a música é mais do que nostálgica! todosgosta =D
Me lembrou do tempo em que me enchia de bolacha com 'capilé' vendo TV a tarde inteira.

"O Júlio na gaita e a bicharada no vocal.. Fazendo Rock Rural"

Se você não sabe o que é Cocoricó, não merece meu respeito!

Aliás, isso aí lembra de um monte de desenhos antigos legais...

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Ah os românticos

A mulherada vive reclamando que não há mais paixão. Reclamam que homem não dá mais bola, ficam fazendo mimimi dizendo que não existem mais românticos.
O romantismo foi sumindo com a futilização do termo Vulgar. Tudo que não funciona mais, é porque é vulgar.
Hoje em dia, os cuecas não fazem mais uma serenata, não pelo fato de que o síndico do prédio da mina não permitiu na reunião de quinta feira, barulho depois das 22:00.

Os atos simples de amor eu gosto de pensar que ainda existem dentro de cada um, mas não são expressos pelo medo de que as pessoas tem de se entregar e sofrer, pois nossa geração foi criada assim, com medo de amar.


A parte escrita acima, é em suma, a essência de um mentiroso. Fingir que ama :D


Mas como nós do mentiras, estamos pouco se fodendo pra todos, vamos dar umas risadas do corajoso (leia-se Louco) resolve demonstrar todo o seu amor fazendo um pedido vintage.



Aposto que teu pai tá bem orgulhoso de ti seu tanso.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Boteco Entrevista # Eduardo

Mentiras de Boteco - Hoje temos aqui um convidado muito especial. Vindo de família humilde e batalhadora, nasceu em uma pequena cidade no litoral do Ceará, com oito irmãos e irmãs ele viveu uma infância...

Quê? Não é esse cara? Quem? Tramonski? Tá. Tá. OK!

Bem, não era aquele cara, é outro, mas ele também é sensacional. Começando de novo:
Sua vida se iniciou quando nasceu (dãr), e continuou tranquilamente até o dia que ele descobriu Joinville e não estamos falando da cidade, meus amigos. Hoje recebemos ele, o incrível, o inacreditável, o inefável (ó pai), o mentiroso mais conhecido da região norte do interior de Rio d’Oeste: Eduardo ‘Edson’ Depiné Tarnowski. Antes de qualquer coisa, qual é a desse bigodinho aí?

Eduardo Depiné - Bigodinho é o do Duduzinho, o meu já pode ser chamado de bigode. Depois que tu se acostuma, ele faz parte de tua vida, não fico o mesmo sem ele, mudo a aparência e a personalidade.
Danny Trejo (Machete) aprova bigodes.

MDB - Sim, sei... Ficou lindo (ironia). Mudando pro assunto de verdade, porque decidisse criar um blog?