quinta-feira, 8 de maio de 2014

Triple-e

Quando a gente comenta sobre máquinas econômicas, eco-friends, isso é o que pipoca em nossa mente

Algo pequeno, frágil e fraco em termos de potência.

Porém, hoje vamos falar de algo "econômico". Os cargueiros da classe triple-e da maersk. Triple-e? Sim, Economy of scale, Energy efficient and Environmentally improved. Algo como super amigo da natureza na medida do possível.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Um ensaio sobre uma profunda divagação leiga de um problema social adornado com palavras mediováigeis que significam bolhufas

Tem uma coisa que me incomoda, desde que mudei algumas opiniões minhas sobre a opinião dos outros. Qual é o sentido de apontar todos os dedos possíveis para uma pessoa, cuja opinião, vontade, credo, o que for é diferente da tua, e não fazer nada além de dizer o quão errada ela está?

Para simplificação de texto, vou chamar de BUNDA o conjunto [opinião e/ou vontade e/ou credo e/ou etc.].

Há uma quantia notável de pessoas, que agem como pequenas crianças mimadas, que batem o pé, exigindo que a BUNDA delas seja notada, sem apresentar pontos sobre a própria BUNDA, que tornariam toda e qualquer discussão mais construtiva, e fazem nada além de atacar a BUNDA dos outros com todos os contras "descobertos recentemente pela universidade de Massachussets, divulgada num blog por aí".

Não consigo mais me lembrar, de quando foi a última vez que alguém disse, tu tens razão.

Não consigo mais me lembrar também, de quando foi a última vez que eu escutei alguém dizendo que não tinha BUNDA sobre o assunto.

O fenômeno BUNDAxBUNDA vem assolando as minhas redes sociais por um tempo, lembro de que não restou pedra sobre pedra quando os ânimos se acalmaram depois de duelos intermináveis de trocas de palavras entre ateus e religiosos, em que nenhuma BUNDA foi alterada.

Não vou ser hipócrita e dizer que sempre fui tolerante, nem fodendo. Só to dizendo no momento, que aceito mais a BUNDA dos outros, ouço os conselhos, e isso tem sido um exercício de auto-construção, busco cada vez mais a verdade e a tolerância, assim como Fidel, Che, Adolfinho...

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Moulin Rouge

Ressucitamos, talvez.
Em 2009 eu acredito, eu e o Paulo nos víamos com uma frequência maior do que hoje. Estudávamos juntos, farreávamos juntos e como éramos praticamente irmãos, dormíamos um na casa do outro (HETERO).
Numa dessas ocasiões, estávamos na casa do Paulo, e ele citou:
-Instalei um jogo de corrida massa.
Ambos éramos fanáticos por automobilismo, e quando ele acabou de falar, eu já tava jogando.
Joguei nas pistas tradicionais que eu já conhecia, Laguna Seca, Suzuka, Le Mans, essas mais conhecidinhas. Então ele me disse:
-Corre nessa Spa aí, ela é bem maneira e tem uma curva linda.
Eu nunca tinha ouvido falar de Spa Francorchamps até então, e também nunca tinha ouvido alguém falar que uma curva é linda.
Então eu fui, fiz a curva La Source, um grampo (180°) em baixa velocidade e entrei na reta dos boxes, uma descida um tanto inclinada. Depois do guard rail sair da frente, essa foi minha visão (Mais ou menos).

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Yippie kay yay

Estou de volta depois de muito tempo e fotos vestido de mulher. E volto pra falar de uma das coisas que tem me deixado feliz nas duas últimas semanas: Os Cowboys.

Sim, estão com 3 vitórias e 3 derrotas, o que é um aproveitamento lógico de 50% que não dá a certeza de playoffs. Mas meu bom jesus, olhando agora pro jogo contra o Denver, eu começo a pensar no bom trabalho de Jason Garrett (atual técnico). Os Broncos estão praticamente imbatíveis, Peyton tá com o demônio no couro, batendo recorde atrás de recorde, e a defesa dos Cowboys forçou a única interceptação dele na temporada até aquele jogo. Mas o jogo do domingo passado (06/10), foi pau a pau, 51x48 pra Denver, Tony Romo fazendo miséria, 5 TD's, 506 jardas, diversificando muito as jogadas...

Mas no final ele deu um prato cheio pros críticos, foi interceptado no campo de defesa, o que culminou no field goal da vitória dos Broncos.

Eu mesmo nunca xinguei tanto uma mãe quando isso aconteceu, mas depois, eu vi o que aconteceu, e o Sport Cience da semana explicou a jogada. Quando ele foi arremessar a bola, ele enroscou o pé num cara da linha ofensiva, limitando o movimento dos quadris dele, o que deixou o arremesso bem lento, e uma bola frouxa pede pra ser interceptada. Mas tudo bem, relevamos a derrota, e aceitemos que Tony Romo nunca jogou tão bem, eu ainda aplaudo ele de pé.

No jogo de ontem, ele foi bem consistente, mesmo sendo interceptado, liderou o time pra uma vitória de 31x16 sobre os Redskins e deu um passe do caralho pra TD, destaque pra Dwayne Harris, retornador que anotou um TD e botou um kick lá na frente também pra mais um TD.

Minhas impressões:
Ano passado eu falava, que os Cowboys eram muito indisciplinados. O time era muito porra louca, o técnico não tinha a força que precisava, mas agora parece que acharam o cara, to gostando do que o Garrett tá fazendo, e to gostando do que to vendo no Romo. A defesa continua bastante forte, ontem mesmo pressionou muito, deixando o QB dos Redskins bem desconfortável.
Mas Tony Romo, eu quero acreditar.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

DEUSES NÓRDICOS

    Buenas seus pirilampos saltitantes, em breve vou postar um especial sobre DEUSES NÓRDICOS.
Eu como um bom Ateu mas sem deixar de ser um admirador da mitologia nórdica, sou a pessoa certa para falar de Deuses.
Imagem retirada das internês ta?

AAguarda ai
Agr

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Então começamos a nossa batalha?

A nossa guerra não compreendida de todo revolucionário de primeira viagem em seus vinte e poucos anos.

Uma manifestação de estudantes quebrados pelo simples ato de economizar uns trocos ao ir e vir da faculdade foi o estopim dentro de um galão de gasolina. Mas este se encontrava dentro de uma refinaria de petróleo, que já velha e sem segurança fez aquilo que nunca se propôs ao surgir no mundo: Explodir! E espalhar as fagulhas e fragmentos em todos aqueles que estavam próximos.

Assim começou o mais nobre dos atos de uma geração.


Só que desta vez a coisa não envolve apenas liberdade cultural, de voz ou de imprensa. Envolve raspar toda a merda que estava empilhada no ventilador há décadas. Ela começou, mas nunca foi por transporte público. Nunca foi por escolas precárias e atendimento à saúde deficiente. Nunca foi por altos juros e taxas intermináveis. Nunca foi por uma polícia desprotegida e insegurança pública. Nunca foi por rodovias e infraestrutura decadente. Nunca foi por gastos abusivos em obras nunca terminadas. Nunca foi por políticos desonestos e promessas infinitas.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Ensinamento para a vida.

Um bom homem tem que ser um bom pai. Só pode ser chamado de homem, aquele que ensina um menino a ser homem.
Paul Flanagan, um professor de gramática que faleceu em 2009 devido ao melanoma, se faz homem mesmo depois de morto.
Quando diagnosticado com a doença, ele não sentiu piedade de si, simplesmente pensou em seus dois filhos,  um menino que na época tinha 5 anos e uma menina que tinha 1 ano. Ele usou os últimos dias para se tornar um ótimo pai (e um ótimo homem). Escreveu cartas, comprou presentes, deixou bilhetes espalhados dentro de seus livros preferidos... Mas o mais importante de todos, foi um arquivo que sua esposa encontrou no seu antigo computador, o nome? "Sobre encontrar a realização". Era uma carta com 28 dicas para uma vida inteira, que com certeza se tu aplicar, não vai ter erro de ser uma ótima pessoa.
Eis o conteúdo:
"Nessas últimas semanas, depois de saber de meu diagnóstico terminal, procurei encontrar em minha alma e em meu coração maneiras de estar em contato com vocês enquanto vocês crescem.
Estive pensando sobre o que realmente importa na vida, e os valores e as aspirações que fazem das pessoas felizes e bem-sucedidas. Na minha opinião, e vocês provavelmente têm suas próprias ideias agora, a fórmula é bem simples.
As três virtudes mais importantes são: lealdade, integridade e coragem moral. Se aspirarem a elas, seus amigos os respeitarão, seus empregadores o manterão no emprego, e seu pai será muito orgulhoso de vocês.
Estou dando conselhos a vocês. Esses são os princípios sobre o quais tentei construir a minha vida e são exatamente os que eu encorajaria vocês a abraçar, se eu pudesse.
Amo muito vocês. Não se esqueçam disso.
1 Seja cortês, pontual, sempre diga “por favor” e “obrigado”, e tenha certeza de usar o garfo e a faca de maneira correta. Os outros decidem como tratá-los de acordo com as suas maneiras.
2 Seja generoso, atencioso e tenha compaixão quando os outros enfrentarem dificuldades, mesmo que você tenha seus próprios problemas. Os outros vão admirar sua abnegação e vão ajudá-lo.
3 Mostre coragem moral. Faça o que é certo, mesmo que isso o torne impopular. Sempre achei importante ser capaz de me olhar no espelho toda manhã, ao fazer a barba, e não sentir nenhuma culpa ou remorso. Parto deste mundo com a consciência limpa.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Cagadinha

Esse cargueiro caiu no território da base americana de Bagram, 50km de Cabul, capital do Afeganistão. O avião caiu logo após a decolagem matando todos os sete passageiros.

Pelo que eu li na descrição do vídeo o Taliban havia dito que fora responsabilidade deles, mas logo foram desmentidos. Se bem que eu acho que não faz muita diferença agora de quem foi a culpa.

Mas que deu medo quando essa coisa começou a se torcer no céu deu.